quinta-feira






Esqueceu-se do próprio nome.
A lua ia alta assim como o alinhamento das estrelas.

Apetecia estuda-las, quando olhava para elas.
Apetecia vê-las com outros olhos, com olhos de quem as vê como amantes.
Seria difícil projectar nelas sentimentos neste momento, porque não se sentia forte para tal.
Outrora apanhara uma rajada de sentimentos que o devastou, não estava preparado para ama-las como astrónomo.
Tinha de manter distância, só podia observa-las apenas, de longe, daqui tão perto.
Subiu um muro, ficou a manobra-las mecanicamente, como se fossem legos, fazia movimentos com as mãos como se da construção de um castelo se tratasse.
Impávido subiu para o muro vizinho, mais alto, mais íngreme.
Olhou-a como se a visse pela primeira vez, o que era mentira.
Tinha uma capacidade teatral para fingir.
E num só segundo conheceu o quão era inebriante era amar ao luar uma estrela.

2 jogadas:

bumblebee disse...

è fácil amar uma estrela ao luar...

mas não para todos...

adorei o texto

hothotheart disse...

obrigada =)

sinal sonoro


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com

jogadores

passado, presente e talvez futuro

mirones do jogo